O nosso sentir

Olá, a todos e a todas!

Até momento, estamos a gostar muito de realizar as atividades propostas pelo projeto.

A primeira tarefa  fez-nos pensar que existem muitas pessoas sem o mínimo de condições de vida. E que nós por vezes somos muito injustos, reclamamos por tudo e por nada e vivemos de “barriga cheia”.

Ficamos muito sensíveis e queremos colaborar para que o mundo seja mais justo, igual , equitativo…